/>

Quando medicamentos fazem mal à saúde

A prescrição ou uso inadequado de remédios é responsável por 60% dos casos de intoxicação registrados no mundo. E uma das principais causas, é a interação medicamentosa, ou seja, a associação de vários remédios ou substâncias químicas, que podem além de reduzir o efeito dos medicamentos e causar sérios danos a saúde.

Logo abaixo, exemplos de algumas associações

REMÉDIO QUE NÃO DEVEM SER MISTURADOS ENTRE SI

Remédio para enjôo (diminidrato) + descongestionante nasal: Aceleram o coração e podem causar parada cardíaca;
Anticoncepcional + antibiótico: O antibiótico diminui a eficácia do anticoncepcional;
Antiinflamatório + diurético: O antiinflamatório inibe o efeito do diurético;
Antibiótico(fluorquinolona) + medicamentos contra azia: O antibiótico pode perder até 70% da eficácia;

REMÉDIO QUE NÃO DEVEM SER MISTURADOS COM OUTRAS SUBSTÂNCIAS
Acido acetilsalicílico + chá de camomila: Podem causar pequenas hemorragias;
Vermífugo (metronidazol) + álcool: Podem causar convulsões;
Remédio para pressão alta(atenolol) + suco de laranja: O suco reduz em 50% a eficácia do medicamento
Qualquer remédio + Erva de São João(Hypericum perforatum)- Antidepressivo: A erva diminui em até 60% o efeito do remédio.

Fonte: USP, Unb

Algumas dicas ajudam a prevenir estas reações

  • Informe ao seu médico, todos os medicamentos que faz uso naquele momento ou contínuo;
  • Peça a orientação ao farmacêutico, informando os medicamentos que faz uso naquele momento ou contínuo;
  • Sempre leia a bula. Existem sites, como por exemplo: http://www.bulas.med.br, que fornecem a bula online, para que possa consultá-la em tamanho de letra ideal para uma boa leitura e compreensão.